CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Fátima Trinchão
Poesias, Contos, Crônicas
Textos

MANHÃ

Vem assim a manhã lisa,
Alegre, vívida, infinda, 
floresce por entre cores
Ávidas, curtidas
Renasce trazendo imagens
Revive trazendo luzes,
Por entre vilas e vales
Por entre folhas, paisagens.
Apetecendo florestas,
Fragrâncias, cores, odores,
Nos dias que a noite traz,
grandes e diárias
Reestreias,
em arco Iris de
Cores,
Em esperanças renovadas,
Em crenças e fé ampliadas.
Matizes,dos mais felizes,
Embebe a manhã lisa
Do mais pleno
e perfeito

Prana,
E vem assim desse modo,
Singela, bem devagar,

Na amplidão do horizonte
Faz-se imensa,
Invulgar,
Mistério que nos assusta,
Mistério que nos comanda,
Mistério que nos encanta,
Mistério a encantar.
Bela manhã que surge,
Cavalga raios de sol,
Preenche raios D
ourados,
Ao largo,
No arrebol.


 
Fátima Trinchão
Enviado por Fátima Trinchão em 11/05/2013
Alterado em 25/11/2017
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários