CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Fátima Trinchão
Poesias, Contos, Crônicas
Textos

SER

Na avenida eivada de carros e de gente,
Buzinas, sinais, apitos, letreiros,metros, 
Frutos de um mundo novo,
Colheitas de um novo mundo,
Onde os mais diversos sons se transformam
E se unem,
E
naquele mundo de gente,
Naquele mar de gente
que tem pressa,
De cenho fechado sempre,
De semblantes carregados,
Na urgência da chegada,
Na  ânsia insana da partida, 
Sonha, sorri e chora,
Com dias melhores,
melhor viver,

Nas suas jornadas de agora, 
Onde todos se confundem, 
E se fundem,
numa 
só onda de gente, 
Na busca mundana
e profana

DA mais  completa,
serena e perfeita plenitude  do ser..
Fátima Trinchão
Enviado por Fátima Trinchão em 29/08/2013
Alterado em 25/11/2017
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários