CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Fátima Trinchão
Poesias, Contos, Crônicas
Textos

 
 
O VELHO AFRICANO
 
Ao entardecer,
O brilho do ouro cobre
O céu,
E o velho africano
De pé,
Encostado no tronco
Duro,
Observa de longe
O ocaso.
Fios de algodão
lhe envolvem
cabelos
e barba.
O canto da cigarra
Ecoa na terra
Ingrata.
A vista curta
Esforça-se,
Alonga-se,
Procura
Estender-se
Para além
Do horizonte.
Em vão busca,
Notícias dos seus,
Apartados,
Em rijo
cajado apoiado,
Revolve lembranças
Distantes.
Depressa o céu escurece,
E no breu daquela
Hora,
Lento,
Ao velho casebre
volve,
Estende-se no catre
Duro,
E no sono
Mais profundo,
À velha  África
Retorna,
Revê  parentes
Ausentes.
Sereno
Enfim,
Acordar ?,
Não mais
Pretende,
Tudo é,
E tudo
Passa,
Retornou
Ao seu
Lugar.
 
 
 
 
 
 
 
Fátima Trinchão
Enviado por Fátima Trinchão em 14/01/2014
Alterado em 30/05/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.fatimatrinchao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários