CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Fátima Trinchão
Poesias, Contos, Crônicas
Textos


A GRANDE MÃE

Deusa de inefável amor e doçura,
Mãe de nós todos,
teus filhos somos;
Maria também és!
Mãe de todos aqueles que se aventuram mar adentro, noite afora,
Na certeza de uma divina colheita,
uma boa pescaria.
Quando em calmaria,
O seu reino é todo paz !
Do Pacífico Norte,
Do Pacífico Sul,
Do Atlântico Norte,
Do Atlântico Sul,
Do Oceano Índico,
Do Oceano Ártico,
Do Antártico Oceano,
Dos Sete Mares da Terra,
Regina Mater;
Marinheiros a invocar-lhe
nas noites longas
De longas tormentas,
Quando imensas e bravas
ondas fustigam as
grandes e pequens naus,
socorridas sempre a tempo
de louvar-lhe.
Deste desconhecido,
imensurável e belo reino
Das águas salgadas,
Sois Soberana.
Pétalas de rosas brancas
Sempre a Vós Ornar;
Yá de tantos encantos,
Dona de infinitas riquezas,
Rainha de extrema grandeza,
Senhora de Aiocá.
Fátima Trinchão
Enviado por Fátima Trinchão em 02/02/2019
Alterado em 24/02/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.fatimatrinchao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários