Fátima Trinchão
Poesias, Contos, Crônicas
Textos
BAILARINA
 
Na praça da grande cidade
O equilíbrio e a equilibrista
Mostravam o grande show
Que ninguém olhava,
(Essa vida de artista ).
Entre passos apressados
Desperdiçavam talento
Por uns poucos trocados.
Um riso triste de palhaçço,
Me faz sentir saudades,
Do tempo que já não é.
E para completar o espetáculo
Uma colombina enferrujada
Ensaia passos clássicos,
No asfalto,
Brutalmente popular.
 
                         


 
Fátima Trinchão
Enviado por Fátima Trinchão em 25/10/2019
Alterado em 18/03/2020
Comentários